Friday, October 21, 2016

Cyber Insecurity - Revista Time

http://time.com/4525957/2016-election-internet-security/

Cyber Insecurity


Bruce Schneier
Oct. 13, 2016


Traduzido por Afonso Henrique Rodrigues Alves


Na Internet de hoje, muita energia está concentrada nas mãos de poucos. Nos primeiros dias da Internet, os indivíduos foram empoderados. Agora governos e corporações mantêm o equilíbrio de poder. Se quisermos deixar uma Internet melhor para as próximas gerações, os governos precisam reequilibrar o poder da Internet mais para o indivíduo. Isto significa várias coisas.

Em primeiro lugar, menos vigilância. Vigilância tornou-se o modelo de negócio da Internet, e um aspecto que é atraente para os governos em todo o mundo. Embora os computadores conseguem recolher dados com facilidade e agrega-los a redes de conhecimento, os governos devem fazer mais para garantir que qualquer vigilância seja excepcional, transparente, regulamentada e orientada. É uma tarefa difícil; governos como o dos EUA precisam superar seus próprios desejos em massa de vigilância e, ao mesmo tempo implementar regulamentos para impedir a capacidade das corporações de fazer o mesmo.

Em segundo lugar, menos censura. Os primeiros dias de internet estavam livres de censura, mas não mais. Muitos países censuram a Internet para uma variedade de razões políticas e morais, e muitas plataformas de redes sociais fazem a mesma coisa por razões comerciais. Turquia censura discurso político anti-governo; muitos países censuram a pornografia. Facebook censura tanto nudez e vídeos de brutalidade policial. Os governos devem se comprometer com o livre fluxo de informações, e assim tornar mais difícil para que outros possam censurar.

Em terceiro lugar, menos propaganda.
Um dos efeitos colaterais da liberdade de expressão é a fala errada. Isto, naturalmente, corrige-se quando toda a gente pode falar, mas uma Internet com poder centralizado é aquela que convida à propaganda. Por exemplo, a China e a Rússia usam ativamente propagandistas para influenciar a opinião pública sobre a mídia social.
Quanto mais os governos combatem a propaganda em todas as formas, melhor nós nos tornamos.

E em quarto lugar, menos controle. Os governos precisam garantir que os nossos sistemas de Internet estão abertos e não fechados, que nem os governos totalitários, nem as grandes empresas podem limitar o que fazemos com eles. Isso inclui limites sobre o que os aplicativos que você executa ou compra para seu smartphone fazem com os arquivos recolhidos.

Controlar inibe a inovação: técnica, comercial e social.

Soluções requerem regulamentação corporativa e cooperação internacional. Elas exigem a governança da Internet para permanecer nas mãos de comunidades globais de engenheiros, empresas, grupos da sociedade civil e usuários da Internet. Elas exigem que os governos sejam mais  ágeis em face de uma Internet em constante evolução. E eles vão resultar em mais poder e controle para o indivíduo e menos para instituições poderosas. É assim que nós construímos uma Internet que consagrou o melhor das nossas sociedades, e é assim que nós vamos mantê-lo assim para as gerações futuras.

Schneier é um especialista em segurança e autor de dados.

Golias: As batalhas escondidas para coletar seus dados e controlar o seu mundo

Key stretching - explicação

Você pode fazer uma chave fraca se tornar mais forte ao executar múltiplos processos para a mesma chave. Por exemplo, você pode ter uma se...